VIDA DE INFLUENCER

Minha história

Já faz um tempo que quero dividir minha história com vocês e como aconteceu o meu encontro e dedicação com a vida de influencer. Nada é de uma hora para outra, mas com esforço tudo o que você deseja se torna possível de acontecer.

“Se você pode sonhar, você pode realizar.” (Walt Disney)

Então vamos lá, senta que lá vem história! Rsrs

Em 2006, eu ingressei na faculdade de Arquitetura, aqui em Bauru mesmo. Quando ainda estava no colegial, surgiram dúvidas quanto a que curso escolher e na época fui bem orientada pela minha mãe. Pude escolher com total liberdade e logo nasceu o sonho e a vontade de cursar Arquitetura. Sempre fui estudiosa e boa aluna, mas confesso que nunca quis ser a melhor da turma. Estudava para as provas, fazia os trabalhos, lia livros, enfim, cumpria com minhas obrigações como aluna.

Eu na faculdade. Onde está o Wally?

Em 2009, no 4º ano da faculdade comecei a fazer estágio em um escritório de arquitetura. Aí sim eu me esforçava muito, muito mesmo. Sempre gostei de trabalhar e de me superar no trabalho.

Em 2010, logo nos últimos 6 meses do 5º ano, eu pedi para sair do estágio para terminar o meu TFG (Trabalho Final de Graduação), do qual foi um sucesso. Tirei nota máxima e finalmente me formei em arquitetura. Minha ex-chefe do estágio foi à minha apresentação de TFG e me convidou para voltar a trabalhar lá, mas agora como arquiteta. Não poderia ter ficado mais feliz! Me formar com um emprego do qual eu adorava.

Eu na minha formatura em janeiro de 2011.

Em 2011, entrei de cabeça no trabalho. De arquiteta me tornei Coordenadora de Projetos e tinha um dos melhores salários da empresa. Tudo fruto do meu esforço e dedicação. Eu trabalhava bastante, não tinha hora pra sair, chegava altas horas da noite em casa. Mas eu gostava!

Em 2012, eu ingressei em uma pós-graduação de Construções Sustentáveis em São Paulo. Foram 2 anos de muito trabalho em Bauru e uma correria louca para estudar em São Paulo. Muitas vezes eu tinha que trabalhar e estudar aos finais de semana para dar conta de tudo. Mas foi um sucesso!

Em 2013, depois de formada na pós-graduação, eu fiz alguns cursos de sustentabilidade na Alemanha e ainda visitei Singapura, Dubai, Abu Dhabi e Masdar City (a cidade sustentável no deserto), a fim de me aprofundar ainda mais na área.

Curso na Alemanha em 2013. Ruiva!

Em 2014, eu casei!! Tive a graça de casar com o homem da minha vida. Hoje, com quase 5 anos de casados e 10 anos juntos, vivemos nossa história de amor. 

Nosso casamento. Foi lindo!

Final de 2014, ainda trabalhando no escritório de arquitetura, eu  resolvi criar o meu blog {dietaecaviar.com} e meu instagram @dietaecaviar. Super caseiro. Era apenas um espaço para eu escrever conteúdo e me distrair. Eu estava em uma fase que trazia problemas do trabalho para casa, tinha muita insônia e entrava em uma bola de neve que parecia não ter volta. Como eu sempre gostei de ler e escrever, aproveitava para me distrair produzindo material para o blog e instagram.

Essa foi a primeira arte do meu blog. Hahaha, bem caseirona!

Em 2015, me tornei colunista da revista eletrônica WePick, da blogueira e empresária top de São Paulo, Lelê Saddi. Foi uma conquista muito importante pra mim na época, e um período em que ganhei muita visibilidade como blogueira. Meu instagram, que era @dietaecaviar, deu um BOOM e comecei a ser contactada por várias marcas e assessorias em São Paulo.

Ainda em 2015, também me tornei blogueira da maior rede de blogs do interior do estado, o It Bloggers. Também ganhei uma visibilidade enorme e oportunidades incríveis de trabalho. O It Bloggers era gerenciado pela querida blogueira e empresária de Campinas, Tábata Boccatto, que me ensinou muito sobre parcerias, trabalhos, publiposts, marcas, assessorias, posicionamento, presença em eventos e etc. Enfim, foi um processo de profissionalização muito bacana para minha carreira como influenciadora digital.

Eu e as Itbloggers em 2015.

Em 2016, após 7 anos trabalhando no escritório de arquitetura, eu resolvi sair e trabalhar como autônoma. Foi também quando nós descobrimos a doença do meu pai. Em janeiro de 2016 foi constatado que meu pai estava com câncer de pulmão e essa notícia tirou nosso chão. Passamos o ano todo rezando, preocupados, com o coração apertado, mas com muita, muita, mas muita fé que Deus iria curá-lo. Meu pai fez o tratamento durante 1 ano em São Paulo. Como eu havia saído do escritório, eu tive a oportunidade de ficar com ele o ano todo. Foram 12 meses fazendo a ponte Bauru – São Paulo. Passava uma semana lá e a outra aqui, e assim foi. Ele vibrava e torcia muito pra mim em relação ao blog, então foi um período em que me dediquei bastante e participava de muuitos eventos na capital.

Nessa época, eu não deixei a arquitetura de lado, pois eu também estava trabalhando como autônoma no estilo home office, então atendia meus clientes em casa. Eu tinha alguns projetos em andamento, por isso, mais uma vez, minha vida profissional estava uma loucura. E eu adorava!

Trabalhando como arquiteta no estilo home office.

Em 2017, meu pai veio a falecer. E vocês já imaginam como foi meu ano. Triste, depressivo, desolado. Nós eramos muito unidos . Foram 29 anos grudadinha com ele. Mesmo depois de casada, eu vivia ao lado dos meus pais. Esse ano foi terrível. Eu perdi a mão de quase tudo na minha vida. Acordava feito um robô, tentando não pensar em nada. Eu praticava muito exercício físico pra evitar tomar remédios fortes e ficar dependente. Ainda assim engordei bastante. Levei a arquitetura e o blog na “maciota”. Apenas cumpria minhas obrigações e me ocupava. Não tinha mais vontade de fazer nada. Postava quando me sentia melhorzinha, com o intuito de me distrair. Foi foda! Muito foda!

Foto de alguns anos atrás. Rs

Em 2018, eu tentei me reerguer. Procurei me alimentar melhor, praticar exercícios de maneira equilibrada, ter mais momentos de lazer, fazer coisas que poderiam me fazer me sentir melhor. Foi sim um ano mais leve, mas com momentos muito difíceis. Tive altos e baixos e foi o ano que decidi abrir o meu próprio escritório de arquitetura. Foram 6 meses de reforma de um espaço pra ficar do jeitinho que eu sempre sonhei. A obra ocupou bastante do meu tempo, da mesma forma que foi bem estressante. Mas logo tudo se concretizou. Quando eu abri o meu escritório, em agosto, senti uma dor ainda maior de saudade do meu pai. Qualquer grande realização que eu alcance eu sofro muito.

Meu Ateliê de Arquitetura.

Depois de agosto de 2018, senti que precisava mudar meus hábitos. Eu estava tendo muita insônia e passando por um momento muito difícil. Resolvi praticar o Milagre da Manhã e foi transformador para mim. Passei a acordar entre 6h00 e 6h30 da manhã, agradecer a vida, me exercitar com frequência, meditar e assim, meus dias foram se tornando mais leves e esperançosos.

Finalmente, em 2019, muitas expectativas e esperança de que vai ser um ano melhor. Apesar de ter passado 2 anos bem triste e sofrido, eu também sorri, viajei e me diverti ao lado da minha família e dos meus amigos. Como eu disse, foram altos e baixos que me transformaram na pessoa que sou hoje. E apesar de tudo, eu tenho muito o que agradecer!

Então bem resumidamente, esses foram os marcos da minha vida durante esses 13 anos. Que 2019 possa ser um ano de superação, recuperação e conquistas para todos! Estou planejando muitas novidades que vou lançar em breve, pra ficarmos ainda mais unidos e unidas. Vamos juntas!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *